sábado, 31 de julho de 2010

Changes. (:

Confesso que no começo do ano eu era uma pessoa, APENAS uma menininha. Não me referindo pelo sexo, é claro, mas é porque era isso o que eu era. Uma criança que achava que podia brincar de gente grande. Naquela época eu nem pensava em mudar, achava que estava tudo bem eu continuar daquele jeito e eu ainda falava "ah, as pessoas são tão imaturas" mas na verdade eu era também. G_G
Então eu fui forçada a mudar. A situação que eu me encontrava me pediu uma mudança, e eu sabia que eu não aguentaria muito tempo se eu não mudasse. E eu não aguentei. Na verdade, eu nem tinha tentado, afinal, achava que eu não tinha motivo e que os meus problemas era maiores que o de tudo mundo. Eu achava que ninguém me entendia, que ninguém me ouvia e que falavam qualquer bobagem pra me deixar "melhor".
Com o tempo, eu vi que eu realmente tinha que mudar. Que eu nunca tinha lutado pra tudo realmente melhorar. Vi que não importava a força que os outros faziam pra me puxar do chão se eu continuasse a fazer força pra continuar caída. Afinal, a única pessoa que podia me salvar era eu mesma! :O Junto com toda a força que eu tinha dentro de mim para ajudar os outros e com a minha determinação, eu me levantei.
Por alguns momentos me importei-e ainda me importo- mais com o meu bem-estar do que com o dos outros. Porque afinal, do que adianta eu tentar animar um amigo se eu nem consigo me animar? Aprendi a ser um pouco mais egoísta nas horas necessárias e aprendi que eu não posso ajudar ninguém que não queira ser ajudado.
Então, ai vai um conselho: Não peça ajuda se não quiser ser ajudado. Se você não quiser se levantar, não venha pedir para que eu te ajude. Suportarei você me falando as suas coisas tristes e te direi algo - até o momento que eu tenha algo a dizer. E não se esqueça que algumas mudanças tem que ser feitas por você, só você. Na verdade, não só algumas mas todas elas. E não tenha medo das changes.
Beatriz Hirata

Nenhum comentário:

Postar um comentário