quarta-feira, 21 de julho de 2010

Quando uma máscara cai, outra se ergue.

Antes eu usava uma máscara por vergonha de ouvir os comentários dos meus textos. Eu ficava toda envergonhada quando as pessoas diziam que eu escrevia bem ou que o texto era muito lindo. Quando elas comentavam pedaços que emocionaram elas estão... Putz, eu parecia um pimentão, ficava toda vermelha, sem jeito.
Mas com o tempo, eu fui perdendo o medo. O medo de dizer "Fui eu quem escreveu isso, algo contra?". Agora, mas do que nunca, eu adoro quando as pessoas dizem que gostaram dos meus textos, porque me ajuda a melhorar a forma que eu escrevo. Sabe, me acho até meio bobinha por não ter assumido isso antes.
Eu dei férias pra máscara que eu usava no TwinBubble, porque eu tomei coragem de começar a usar o meu próprio rosto. Mas parece que eu conseguir escrever ou o simples fato de eu ser quem eu sou tem levado muitos boatos.
Então, que tal eu usar uma máscara pra poder finalmente ser eu? A gente muda de nome e fica calma e tranquila. ^^ Então meu amor, não perca mais tempo com a minha vida ok?
Porque toda vez que você perder, eu farei uma máscara nova. Um novo baile de máscara, sabe?
Boa sorte com a sua vida.
Beatriz Hirata

Nenhum comentário:

Postar um comentário