quinta-feira, 12 de agosto de 2010

São as escolhas da vida que fazem de você, o que você é hoje.

  Alguém já pensou que quando a gente nasce, a gente é um bebêzinho inocente? O que eu quero dizer é que, quando a gente nasce, nossa mente ainda tá meio em branco. Pra deixar ela bem colorida, a gente tem que ir crescendo e aprendendo as coisas e, principalmente, ir fazendo escolhas. Sejam elas boas ou ruins, a gente tem que tomá-las.
  Mas as vezes, a gente escolhe fazer algo quedá errado depois... E acabamos culpando alguém que não tem nada haver, que muitas vezes apenas te disse o que pensava sobre o assunto, mesmo que você mesmo tenha pedido aquilo. E se você fez exatamente aquilo o que a pessoa disse, a culpa não é dela. É sua, porque você optou por ouvir tudo o que aquela pessoa diria.
  E quando as coisas se dão bem, foi porque a escolha que você fez foi a melhor, tenha sido ela com ou sem influência, com ou sem ajuda. Você realmente deve ter parado e pensado no que fazer, ou talvez agido através do coração, mas seja o que for, deu certo.
  O que eu quero dizer é que não podemos deixar que outras pessoas tomem decisão pela gente, só porque temos medo de dizer o que sentimos. Mas também temos que entender, que as vezes as pessoas mais velhas tem mais entendimento e que devemos ouvi-las e refletir sobre o que elas falam e não tomar tudo como verdade absoluta.
  Não se esqueça que você tem uma voz. Que pode dizer muito bem o que pensa e pode pensar sobre as suas escolhas. Mas quando as consequências acontecerem, não bote a culpa ou a glória em ninguém. Porque afinal a vida é sua e as escolhas também.
Como vai a sua voz hoje?

Beatriz Hirata

Nenhum comentário:

Postar um comentário