terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Retrô'

  OMG! O ano praticamente acabou! Agora vale fazer uma retrô aqui pro blog, pra vocês saberem o porque de o ano de 2010 ter sido tão especial. (:


  Hum... começando pelo ano novo, eu imagino. Eu passei o ano novo na casa da minha tia (que tinha acabado de ser reformada e tava toda linda e chic!) e estava com uma energiaqcontagia ótima, já que a gente tinha reunido os parentes mais próximos e até a Belinha linda estava lá com a gente. Da mesma forma que veio, o ano novo passou pra mim. Bem rápido, sabe? Mas Janeiro passou bem devagar... meus amigos estavam todos viajando e eu estava morrendo de tédio em casa. Até que... a Gabi me chamou pra ir pra praia com ela! E como foi especial eu ter ido com ela pra lá. Foi como se aquela viagem tivesse me dado toda a força e a calma que eu precisaria para poder passar esse ano. Foi uma pena eu ter pegado aquela virose idiota e ter tido que voltar antes do tempo.
  Passou a viagem, uns dias depois começaram as aulas. E ai as coisas começaram a desandar. Pra começar, eu a Gabi e a Gi acabamos ficando separadas por causa das nossas opções de curso. Resumindo: eu meio que tinha ficado sozinha na sala de aula. Eu mal conhecia o pessoal, sabe? Não demorou muitos dias, eu conheci a Miki, que foi uma pessoa muito especial pra mim durante esse ano todo, uma pessoa que cuidou de mim, que me levou pra rolês super engraçados e que, acima de tudo, sempre me animou.
  Como se não fosse suficiente estar sozinha na sala, várias outras coisas chatas começaram a acontecer. Termino de namoro, brigas com o pessoal da escola, confusões, saída do Cabelo da escola(é, o Cabelo saiu ;-;)... Mas no final, eu encontrei mais outros alguéns que me ajudariam sempre que eu precisasse, o Rike e o Ferrari. E como esses dois cuidaram de mim nesse ano todo.
  Acho que as partes mais tristes do ano todo foram no primeiro semestre. Eu brigava com o Rike toda hora e pra ajudar, eu tinha me distanciado da Karina, alguém que eu sempre gostei muito e sempre disse que ia estar perto pra tudo. E o motivo da minha briga com ela foram mais idiotas ainda: atenção. Nós duas estavamos em épocas que precisavamos uma cuidar da outra e nenhuma estava com força pra poder fazer isso. Ela foi uma das pessoas que eu senti mais falta no ano, mas também foi a que me abraçou e me perdou e que disse que me entendia. As brigas com o Rike Chato são outra história. Sabe aquela história de signos? Aquela que diz que piscianos e escorpianos ficam sempre brigando? HAHA, naquela época parecia que a gente só queria provar isso.
  Depois nas férias, eu conheci o Leo, que também foi um grande amigo que eu ajudei e gostei bastante e acabei me afastando sem ter ótimos motivos. ¬¬ E depois nas férias, as coisas ficaram mais fáceis. Eu já tinha entendido e crescido o suficiente pra ver até onde eu deveria tomar as dores por alguém, até onde eu devia me importar e até onde eu devia correr atrás das pessoas. E o melhor ainda, eu cosegui passar isso pra algumas pessoas.
  Agosto veio e na hora de ir, levou setembro, outubro e novembro correndo com ele. Quando eu notei já era o meu aniversário, poxa! Ahhh, o dia do meu aniversário. Foi tão especial. Aquele monte de gente vindo me abraçar, os presentes, chocolates, cartinhas... tinha sido tão especial. E a festa não ficou pra trás. Foi superanimada com um monte de gente e presentes legais.
  E de repente, já era a formatura do meu tio, que foi bem legal também. E num piscar de olhos chegou o Natal, que eu não sei bem o porque mais foi especial esse ano. E agora estamos aqui, a poucos dias do ano novo esperando um ano melhor.
  Então eu agradeço a todos que acompanharam esse blog, que leram as coisas que eu e os meus amiguinhos fofos escreveram. Espero que vocês tenham um feliz ano novo e desejo muita sorte pra vocês e pra todo mundo aqui do blog. A todos vocês, muito obrigada.
Beatriz Hirata

Nenhum comentário:

Postar um comentário