terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Games e diversão com você.

  Ano passado, pouco antes das férias de julho, eu conheci alguém. Alguém que foi muito especial em muitos momentos, mas foi jogando juntos, online, que a nossa amizade cresceu. Enquanto no jogo ele queria ter os equipamentos mais fortes e mais vantajosos, como armaduras, espadas e escudos, eu queria aqueles que fossem me deixar mais fofinha, como os chapéus, os laços e os pets super fofos. Nos davamos bem e nossos chars favoritos "combinavam": Eu era arqueira e ele mago. Um complementa o outro, haha.
  Não lembro exatamente o porque, mas eu fiquei com raiva dele e parei de falar com ele. Eu juro que eu to tentando melhorar isso. E no final eu estraguei uma amizade. De novo. Confesso que no come''co eu sentia a falta dele. Mas logo eu parei de jogar e com um pouco de esforço, eu fui vivendo o meu dia-a-dia sem essa pessoa especial. Mas eu nunca senti tanto a falta dele como nesses dias.
  Eu voltei a jogar o jogo que a gente jogava (eu tinha parado de jogar quando eu parei de falar com ele) e eu nunca me senti tão solitária. Eu não achava ruim eu ter que jogar sozinha quando ele não estava online, mas fazer isso agora é tão... solitário. Não tenho a garantia que depois vai ter alguém pra me ajudar a ficar mais fofinha, que eu não vou ter alguém para ajudar a ficar forte, que eu não vou ter alguém para ficar ali comigo no jogo conversando. É simplesmente solitário.
  Não que antes ele fizesse tudo para mim. Mas antes ele me ajudava, a gente se divertia junto. É muito chato fazer tudo isso sozinha agora, mesmo que o jogo seja legal. Não posso deixar de dizer que eu sei que não mereço a amizade dele de volta ou o perdão dele. Mas só não queria que esse sentimento passasse batido ou que ficasse guardado, porque eu tenho este blog exatamente para os momentos em que eu preciso falar alguma coisa.
  Então, meu caro amigo, me desculpe pelo o que fiz com você. Mas quero que saiba que eu guardo você com muito carinho, como uma pessoa que eu nunca vou esquecer. Obrigado por tudo.
Bee H.

Nenhum comentário:

Postar um comentário