segunda-feira, 11 de junho de 2012

Cher, nessa segunda!


You Haven't Seen The Last Of Me (Você Ainda Não Viu O Meu Fim)


Feeling broken (Sentindo-se derrotada)
Barely holding on (Quase não aguentando)
But there's just something so strong (Mas há alguma coisa tão forte)
Some where inside me (Algo dentro de mim)
And I am down (E estou no chão)
But I'll get up again (Mas eu vou levantar de novo)
Don't count me out just yet (Não conte com a minha derrota ainda)

I've been brought down to my knees (Eu fui obrigada a ficar de joelhos)
And I've been pushed way past the point of breaking (E estou sendo empurrada ao meu limite)
But I can take it (E eu posso suportar)
I'll be back (Eu voltarei)
Back on my feet (A ficar de pé)
This is far from over (Isto está longe do fim)
You haven't seen the last of me (Você Ainda Não Viu O Meu Fim)
You haven't seen the last of me (Você Ainda Não Viu O Meu Fim)

They can say that (Eles podem dizer que)
I won't stay around (Eu não voltarei)
But I'm gonna stand my ground (Mas eu estarei de pé)
Your not gonna stop me (Você não vai me parar)
You don't know me (Você não me conhece)
You don't know who I am (Você não sabe quem eu sou)
Don't count me out so fast (Não conte com a minha derrota ainda)

I've been brought down to my knees (Eu fui obrigada a ficar de joelhos)
And I've been pushed way past the point of breaking (E estou sendo empurrada ao meu limite)
But I can take it (E eu posso suportar)
I'll be back (Eu voltarei)
Back on my feet (A ficar de pé)
This is far from over (Isto está longe do fim)
You haven't seen the last of me (Você Ainda Não Viu O Meu Fim)

There will be no? (Não será melhor ?)
This is not the end (Isso não é o fim)
I'm down now (Eu vou cair agora)
But ill be standing tall again (Mas eu vou me erguer de novo)
Times are hard but (Tempos estão difíceis mas)
I was build though (E vou perseverar)
I'm gonna show all what I'm made off (Eu vou mostrar a todos do que eu sou feita)

I've been brought down to my knees (Eu fui obrigada a ficar de joelhos)
And I've been pushed way past the point of breaking (E estou sendo empurrada ao meu limite)
But I can take it (E eu posso suportar)
I'll be back (E voltarei)
Back on my feet (A ficar de pé)
This is far from over (Isto está longe do fim)
I am far from over (Eu estou longe do fim)
You haven't seen the last of me (Você ainda não viu o meu fim)
No no (Não,não)
I'm not going nowhere (Eu não vou a lugar nenhum)
I'm staying right here (Eu ficarei bem aqui)
Right now (Bem aqui)
You won't send me? (Você não vai me mandar embora)
I'm not taking my bow (Eu não estou falando)
Can't stop me (Você não pode me parar)
It's not the end (Não é o fim)
You haven't seen the last of me (Você ainda não viu o meu fim)
Oh no (Oh,não)
You haven't seen the last of me (Você ainda não viu o meu fim)

Haven't seen the last of me (Você ainda não viu o meu fim)

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Aerosmith, pra aimar geral nessa sexta!

Crazy



Come 'ere baby
You know you drive me up the wall
the way you make good on all the nasty tricks you pull
Seems like we're makin' up more than we're makin' love
And it always seems you got someone on your mind other than me
Girl, you got to change your crazy ways
You hear me

Say you're leavin on the seven thirty train
and that you're headin' out to Hollywood
Girl you been givin me the line so many times
it kinda gets like feelin bad looks good

That kinda lovin'
Turns a man to a slave
That kinda lovin'
Sends a man right to his grave

Chorus:
I go crazy, crazy, baby, I go crazy
You turn it on
Then you're gone
Yeah you drive me
Crazy, crazy, crazy for you baby
What can I do, honey
I feel like the color blue...

You're packin up your stuff and talkin like it's tough
and tryin to tell me that it's time to go
But I know you ain't wearin' nothin' underneath that overcoat
And it's all a show

That kinda lovin'
Makes me wanna pull
Down the shade, yeah
That kinda lovin'
Yeah, now I'm never gonna be the same

(Chorus)

I'm losin my mind, girl
'Cause I'm goin' crazy

I need your love, honey
I need your love

Crazy, crazy, crazy for you baby
I'm losin my mind, girl
'Cause I'm goin' crazy
Crazy, crazy, crazy for you baby
You turn it on, then you're gone
Yeah you drive me

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Joan Jett nessa quinta!

Do You Wanna Touch Me



We've been here too long
Tryin' to get along
Pretendin' that you're oh so shy
I'm a natural ma'am
Doin' all I can
My temperature is runnin' high

Cry at night
No one in sight
An' we got so much to share
Talking's fine
If you got the time
But I ain't got the time to spare
Yeah

Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch me there, where
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch me there, where
There, yeah

Yeah, oh yeah, oh yeah

Every girl an' boy
Needs a little joy
All you do is sit an' stare
Beggin' on my knees
Baby, won't you please
Run your fingers through my hair

My, my, my
Whiskey and rye
Don't it make you feel so fine
Right or wrong
Don't it turn you on
Can't you see we're wastin' time, yeah

Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch me there, where
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch (yeah)
Do you wanna touch me there, where
There, yeah

Dreams.


  Eu to simplesmente cansada de várias coisas que andam acontecendo. Estou cansada do que está acontecendo hoje, estou cansada de pensar no que vai acontecer amanhão ou de pensar no que eu quero ser. No fundo, essa é uma resposta difícil. Na idade que estou (e acredito que em qualquer idade) sempre queremos ser coisas que não podemos ser. Ou que simplesmente temos medo de ser.
  Não que eu queira ser bailarina, mas sempre gostei de dançar. Meu amor por isso só cresceu desde que eu comecei a fazer ballet (eu fiz por um ano e meio e depois parei por causa do meu joelho podrinho).  Mas eu sempre quis dançar algumas coreografias em especial. Pas de deux de Quebra Nozes, Variação de Kitri, Variação de Cupido, Variação de Fada Açúcarada (Plum Fairy), Pas de deux e variação de Harlequinade. E o que eu sempre mais quis: Pas de deuz de Cinderella. Mas essas são coisas que eu nunca fiz e não sei quando ou se ao menos vou chegar a fazer. A verdade  é que eu não desisti disso. É uma pena que o meu joelho esteja ruim, se não eu voltaria amanhã mesmo a fazer as aulas só pra algum dia subir no palco, com um lindo tutu prato, pra poder dançar e encantar todos que estão lá sentados, assistindo a toda apresentação.
  Eu sempre quis ser maquiadora. Acho que desde pequenininha eu sempre gostei dessas coisas que envolvessem a beleza, mesmo que eu não entenda muito sobre o assunto. Sempre gostei. Sempre gostava de ganhar mais um batom do que um brinquedo, haha. :X Ahh, eu amo maquiagem. Sempre quando eu e meus amigos combinamos de sair, eu acabo indo na casa de uma amiga e maquiando ela por puro hobbie. Assim como toda vez que eu vou na casa dela, eu levo uma bolsinha cheia de esmaltes e pinto as unhas dela. Eu sempre gostei disso. Não posso nem mais contar quantas vezes eu entrei no youtube e aprendi alguma maquiagem e fiquei de noite fazendo em mim ou quantas vezes eu aprendi a fazer uma unha fofa e legal e fiz na minha mão, sempre tentando até que saisse bonita. Mas também acho que isso é mais amor do que vocação...
  Desde a oitava série que eu falo sem parar em ser advogada. A verdade é que eu acho legal todas aquelas leis e eu acho legal defender as pessoas de um jeito mais "humano" possível, já que geralmente não envolve violência (sério, violência não resolve nada, folkies!). Eu conheço alguns advogados e pelo o que eles falam, a profissão me interessa, mas não sei se ela combina totalmente comigo...
  Eu já quis ser enfermeira... Não me perguntem porque, eu só quis. Achava legal cuidar das pessoas doentes. Depois comecei a achar nojento e parei com essa ideia.
  Já quis ser médica (sério? e quem nunca quis ser? --'). Eu adorava a ideia e tava até me preparando pra ralar pra poder passar e tals. Mas ai eu percebi que eu não gosto de gente doente. E... Eu não gosto muito de ferimentos e essas coisas. Então... PASSA!
  Veteninária. Já quis ser. Mas não combina comigo... Eu não conseguiria agir de maneira correta com os bichinhos, provavelmente eu ia abraçá-los e chorar pra sempre... T-T
  Ano passado, logo no fimzinho do ano, eu fui fazer uma oficina de Farmácia na Universidade São Judas. E eu AMEI. Gostei muito, mesmo! Amei, amei amei! Mas eu fico pensando: e se eu fizer farmácia e no final eu não arrumar emprego porque a área tem muitos profissionais? Eu sempre fico com medo. Tem muita menina por ai, que só porque gosta de se maquiar e pintar a unha acha que pode fazer farmácia. Mas farmácia é bem mais do que isso... Mas mesmo assim, fico aflita com essa ideia.
  Engenharia de Alimentos acho que foi a pior coisa que eu já tive ideia de fazer. Eu escolhi assim: Engenharia dá dinheiro e eu gosto de cozinhar... Tem coisa melhor do que engenharia de alimentos? Eu ainda não entendi o que me deu naquela hora, mas sei que eu podia estar na facul nesse momento caso eu não fosse estúpida de escolher aquele curso...
  Adoro vestidos. Principalmente de noiva e de debutante. Agora adivinha o que eu já quis ser? Sim! Design de vestido de noiva e debutantes... Infelizmente o meu talento artístico (para poder desenhar as minhas ideias) são limitados, então todos os meus vestidos parecem iguais T-T
  Eu acho que, agora, depois de escrever todo esse texto, eu já tenha uma ideia do que fazer. Obrigada por lerem até o final!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Tokio Hotel, pra quem curte, nessa quarta!

Monsoon



I'm starring at a broken door
There's nothing left here anymore
My room is cold
It's making me insane

I've been waiting here so long
But now the moment seems to've come
I see the dark clouds comin' up again

Running through the monsoon
Beyond the world
To the end of time
Where the rain won't hurt
Fighting the storm
Into the blue
And when I lose myself I'll think of you
Together we'll be running somewhere new
Through the monsoon
Just me and you

A half moon's fading from my sight
I see your vision in it's light
But now it's gone and left me so alone
I'll know I have to find you now
Can hear your name and don't know how
Why can't we make this darkness feel like home?

Running through the monsoon
Beyond the world
To the end of time
Where the rain won't hurt
Fighting the storm
Into the blue
And when I lose myself I'll think of you
Together we'll be running somewhere new
And nothing can hold me back from you
Through the monsoon

Hey! Hey!

I'm fighting all this power
Comin' in my way
Let it take me straight to you
I'll be running night and day
I'll be with you soon
Just me and you
We'll be there soon
So soon

Running through the monsoon
Beyond the world
To the end of time
Where the rain won't hurt
Fighting the storm
Into the blue
And when I lose myself I'll think of you
Together we'll be running somewhere new
And nothing can hold me back from you
Through the monsoon

Through the monsoon
Just me and you
Through the monsoon
Just me and you

terça-feira, 5 de junho de 2012

AC/DC, pra animar os fãs nessa terça!

Highway To Hell



Living easy, livin' free
Season ticket, on a one, way ride
Asking nothing, leave me be
Taking everything in my stride

Don't need reason, don't need rhyme
Ain't nothing I would rather do
Going down, party time
My friends are gonna be there too

I'm on the highway to hell
On the highway to hell
Highway to hell
I'm on the highway to hell

No stop signs, speedin' limit
Nobody's gonna slow me down
Like a wheel, gonna spin it
Nobody's gonna mess me 'round

Hey Satan! Paid my dues
Playin' in a rockin' band
Hey mama! Look at me
I'm on my way to the promise land

I'm on the highway to hell
Highway to hell
I'm on the highway to hell
Highway to hell

Don't stop me!

(3x)
I'm on the highway to hell

I'm on the highway
I'm on the (highway to hell)

(3x)
I'm on the highway to hell (highway to hell)

Yeah I'm going down anyway
I'm on the highway to hell

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Katy Perry, pra animar a segunda de todos ♥


I Kissed A Girl


This was never the way I planned
Not my intention
I got so brave, drink in hand
Lost my discretion

It's not what I'm used to
Just wanna try you on
I'm curious for you
Call my attention

I kissed a girl and I liked it
The taste of her cherry chapstick
I kissed a girl just to try it
I hope my boyfriend don't mind it

It felt so wrong, it felt so right
Don't mean I'm in love tonight
I kissed a girl and I liked it
I liked it

No, I don't even know your name
It doesn't matter
You're my experimental game
Just human nature

It's not what good girls do
Not how they should behave
My head gets so confused
Hard to obey

I kissed a girl and I liked it
The taste of her cherry chapstick
I kissed a girl just to try it
I hope my boyfriend don't mind it

It felt so wrong, it felt so right
Don't mean I'm in love tonight
I kissed a girl and I liked it
I liked it

Us girls we are so magical
Soft skin, red lips, so kissable
Hard to resist, so touchable
Too good to deny it
Ain't no big deal, it's innocent

I kissed a girl and I liked it
The taste of her cherry chapstick
I kissed a girl just to try it
I hope my boyfriend don't mind it

It felt so wrong, it felt so right
Don't mean I'm in love tonight
I kissed a girl and I liked it
I liked it

Shakie!



My beloved Shakespeare. <3

sábado, 2 de junho de 2012

Noivas #1

  Sempre tive um fascinio com isso. A festa, o vestido, a coroa, o salão, o sapato, a unha, os acessórios, a coroa e tudo mais. Por isso, eu decidi compartilhar com vocês os meus vestidos favoritos que eu fui achando por ai na internet.

#1
Fotos retiradas da página do facebook: Fashion is my drug.
 
  Este vestido está entre os meus favoritos porque: Ele é lindo. Tem um bordado lindo na frente e ele tem cara de ser aqueles vestidos "durinhos", que você tira e fica marcadinho do corpo. Eu tenho essa impressão porque o tecido do vestido parece sser um tecido forte e que dá estrutura, mas com um pouco da leveza da seda. O brilho que ele reflete é muito lindo, tanto do bordado quanto do tecido. As "costas" desse vestido é totalmente diferenciada, muito legal, mas eu não faria no meu vestido de casamento (sou do tipo tradicional x.x).

Esse foi o vestido da vez (não vou falar da semana, porque não sei quando vou ter tempo pra fazer outro desse de novo, mas quando eu tiver, faço vários e deixo programado), até a próxima!

Bee H.

Controle de Qualidade


Sempre me senti um pouco deslocada de todo mundo. Só agora comecei a entender o porque.
  Quando tenho um tempo livre, eu sempre faço coisas que gosto. Escrevo, leio, arrumo as minhas coisas e cozinho e, o mais importante, eu sempre tiro um tempo para pensar. Seja antes de dormir, seja deitada no chão enquanto a brisa refrescante entra pela janela do meu quarto, seja arrumando as minhas coisas, sempre tiro um tempo para pensar nas coisas que me incomodam/me incomodavam. E, às vezes, consigo chegar a alguma linha de pensamento que faça com que eu entenda um pouco melhor as coisas que estão a minha volta.
  Esses dias, eu estava pensando sobre os meus amigos e sobre as pessoas que eu tenho em volta e que eu posso contar. Cheguei a conclusão que não são muitos. Na verdade, são bem poucos. É um pouco triste, pois conheço muitas pessoas e gostaria de confiar nelas, de forma que eu pudesse contar com algumas delas quando algo desse errado.
  Confiança. Acho que finalmente cheguei no assunto desejado. A verdade é que eu sepre tive problemas para confiar nas pessoas. Eu sempre fico um pouco desconfiada das pessoas e acabo esperando o pior de cada uma, antes de começar a confiar. E depois quando começo a confiar, eu tento não esperar mais nada daquela pessoa. Não espero ajuda, não espero presentes e não espero "feliz aniversário"/"feliz natal"/"feliz ano novo" e nem nada do tipo. Eu tento não esperar nada da pessoa. Tento não esperar que essa pessoa vá me ligar só para contar novidades, tento não esperar aquelas amizades que vimos em filmes. E, só assim, eu consigo confiar plenamente nessas pessoas.
  Admito que nem sempre esse método dá certo. De algumas pessoas, eu acabo sempre esperando alguma coisa. Um abraço quando me vê, a resposta de uma mensagem, a certeza de ter alguém que limpe as minhas lágrimas. Acabo sempre esperando isso de algumas pessoas.
  Sim, estou sendo contraditória. Mas é só porque eu amo mais essas pessoas do que as outras. Eu amo elas como se fossem da minha família, como se tivessem saído de mim, como se eu fosse morrer se essa pessoa não estivesse ao meu lado. Não literalmente. Já é o suficiente alguém me mandar uma mensagem me perguntando como eu estou, é o suficiente saber que essa pessoa se preocupa comigo como eu me preocupo com ela.
  No final, eu sempre acabei não tendo muitos amigos, sempre acabei me aproximando de mais de uma só pessoa e me sentindo sozinha quando a pessoa, por exemplo, faltava na escola. Sempre parecia que estava faltando alguma coisa, como se um pedaço de mim tivesse sido tirado. Mas com outras pessoas eu não me sinto assim.
  Sempre me culpei por poder contar nos dedos a quantidade de pessoas que eu sentia falta no meu dia-a-dia. Sempre me culpei, sempre me senti mal por isso. Mas nos meus últimos tempos livres, eu estava pensando... A pessoa que eu não sinto falta, provavelmente também não sente a minha. Então aquilo nunca foi uma verdadeira relação de amizade e sim uma coisa entre colegas.
  Eu nunca fui falsa com nenhum deles. Nunca mesmo. Quando eu me preocupei com eles, eu realmente me preocupei. Quando eu ajudei, eu realmente quis ajudar. Mas no final do dia, eles faziam a diferença por estarem lá, mas não me preocuparia se eles não estivessem.
  Se você está lendo este texto e não tem muitos amigos, pare e pense. Acho muito melhor ter poucos amigos do que muitos colegas. Porque os amigos realmente se importam com você. Os amigos te ligam caso você não possa ir a uma viagem que todos vão só para dizer que  estão sentindo sua falta e que não é a mesma coisa sem você, os amigos te ligam quando você está doente, só para saber se você está melhor, os amigos não esquecem do seu aniversário, mas o mais importante, quando você achar que está sozinho e começar a chorar, lá estarão os seus poucos amigos, te abraçando e te dando todo aquele carinho que eles tem por você.
  Faça um controle de qualidade nas pessoas que você conhece. E fique sempre com as melhores.
Bee H.
PS: Esse texto é antiguinho. Estava só no blog da Karina, eu tinha colocado um post falando que tinha postado algo por lá. Acabei decidindo colocar aqui também.





sexta-feira, 1 de junho de 2012

No title, no definition

Não pergunte da foto. O Rike B. que me passou.

Hoje eu queria ter alguma coisa legal pra falar pra vocês, mas eu não tenho. Não me sinto bem, nem motivada, nem animada e muito menos inspirada (não tenho conseguido escrever as redações do cursinho também).
  A verdade é que nada está bem. E eu tenho que ir levando isso, porque eu acho que exatamente nesse ano, essas coisas não podem me atrapalhar. Aliás, qualquer coisa que possa atrapalhar a minha missão desse ano, está sendo descartada só por prevenção. Se você é um amigo meu e está lendo isso, não fique chateado. Eu preciso me focar nisso esse ano. Ano que vem a gente se fala, ok?
  O texto vai correr sem pe nem cabeça hoje, porque não tenho muito o que dizer. Minhas maiores novidades são "o professor do cursinho sentou no colo d'um aluno por brincadeira" ou "começamos a apostila nova" ou então "tenho simulado no dia X". E esse tipo de coisa não é típico meu. Estranho :S
  Já perceberam que eu sempre digo que eu vou tomar conta do blog, que vou postar e no final não faço? É uma droga isso. Porque eu nem posso deletar pra acabar com a angústia de vocês por novos textos (esperança é a última que morre) mas também não posso deixar de estudar pra vir postar aqui pra vocês algo. Então desculpem. Eu gosto do blog, gosto mesmo. Queria ter um pouco mais de tempo pra poder administrá-lo, mas não tenho. Juro que algum dia cuido desse blog direito!
   Coisas aconteceram últimamente e eu fiquei chateada. Coisas aconteceram e eu achei que elas iam me mudar e mudar a minha vida e no final continuaram iguais. Mas uma coisa não vai deixar de ser verdade: eu passei a olhar a vida com outros olhos. Isso sempre acontece quando sinto que amadureci. Acho engraçado. Porque antes, algumas coisas, pessoas ou atitudes que me irritavam, hoje eu consigo simplesmente ignorar, não ligar. Não consigo mais ligar pras pessoas que se foram, mesmo que eu tenha pedido pra elas ficarem, não consigo ligar pras pessoas que me tratam mal quando eu estou preocupada ou... eu não ligo pra quando a pessoa tenta me irritar. Progresso, uh?
  Ando descobrindo várias coisas neste meu tempo de cursinho. Descobri que tinham algumas matérias que eu gostava na escola, como química, que eu não gostava tanto assim porque o professor era chato e nunca respondia as minhas perguntas. Ou então história... O professor ensinava o que ele queria. Eu sai do ensino médio sem ao menos aprender a Guerra dos 100 anos. --'
  Eu fiz mais amigos no cursinho! O que é ótimo, eles são muito animados e diferentes. Me sinto bem com eles, haha.

Eu vou dormir, porque as cachorrinhas ja estão roubando o meu lugar na cama --'

Bee H.

Dalai Lama disse:


"Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver."

A volta dos mortos.

  Eu não morri. Ainda. Esse cursinho ainda me mata.
  Mudei o layout aqui do blog e agora está parecendo que foi feito por uma criancinha de 10 anos. Mas e daí? Disney merece esse clima colorido e de alegria (pra quem não viu, o plano de fundo são uns bonequinhos de feltro dos personagens da Disney).